News

In this section you can find a selection of the featured stories where the company and their people are represented.

Home
Insuragility para vencer a inércia e liderar a mudança

Insuragility para vencer a inércia e liderar a mudança

As companhias de Vida enfrentam desafios e condicionantes externas e internas que colocam o negócio sob uma grande pressão, como salientado no passado dia 22 de fevereiro, na jornada patrocinada pela i2S. Entre os primeiros, destacam-se a situação financeira, de baixas taxas de juro, ou a nova forma de relacionamento com o consumidor; entre os segundos, estão questões como os sistemas legacy. Estes são, na opinião de Rui Monteiro, responsável pelo mercado europeu da empresa, obstáculos que impedem as seguradoras de acompanhar a velocidade de mudança da sociedade.

Um exemplo desta situação é o facto de não ser surpreendente que o lançamento de novos produtos possa demorar até um ano, ou de apenas duas em cada dez seguradoras de Vida estarem preparadas para lançar produtos num prazo de três meses.

Face a esta situação, referiu Rui Monteiro, é necessário focar aquilo que deve ser o ‘bê-á-bá dos seguros’: o Analytics (análise de dados para conhecer melhor o cliente), o Business Transformation (permanente transformação do negócio com vista à adaptação) e o Client Engagement (porque a angariação de um novo cliente é sempre mais dispendiosa do que a fidelização). Mas, sobretudo, salientou, “para vencer a inércia e liderar a mudança, na i2S falamos de InsurAgility, que consiste em velocidade e estabilidade, porque companhias rápidas e estáveis têm maior capacidade para reagir e ter sucesso”. “É um conceito que vai para além da tecnologia”, conclui.

No seguimento desta análise, representantes das empresas ACM, BBVA SEGUROS, CNP PARTNERS, METLIFE, MUTUALIDAD DE LA ABOGACÍA, SANTALUCÍA, SEGUROS RGA, ZURICH,  Accenture e Altran, juntamente com o presidente executivo da i2S, Gastão Taveira, partilharam os seus pontos de vista relativamente às necessidades de encurtamento do tempo de lançamento de novos produtos de Vida no mercado, embora tenham reconhecido que este processo tem vindo a tornar-se mais ágil.

A i2S apresenta uma proposta de valor que consiste em aumentar a “autonomia” da equipa técnica e de negócio das companhias, que seria capaz de fazer alterações no próprio sistema sem estar dependente do departamento informático.

Em bds especial semana del seguro – 23 de fevereiro de 2017

Back